Jurisprudências

Você esta aqui:
  • Home
  • Jurisprudências
  • Pedido de interrupção de gestação. Feto anencéfalo e com múltiplas mal-formações congênitas

Pedido de interrupção de gestação. Feto anencéfalo e com múltiplas mal-formações congênitas

Tema: INVIABILIDADE DE VIDA EXTRA-UTERINA COMPROVADA POR EXAMES MÉDICOS.
Palavras Chave: Interrupção de Gestação, Feto anencéfalo, Múltiplas mal-formações congênitas


Ementa na integra

Tribunal TJRS: Comprovadas por variados exames médicos a anencefalia e as múltiplas mal-formações congênitas do feto, de modo a tornar certa a inviabilidade de vida extra-uterina do nascituro, é possível a interrupção da gestação com base no Princípio constitucional da Dignidade da Pessoa Humana e, por analogia in bonam partem, no artigo 128, I, do Código Penal. No caso dos autos, exames médicos demonstram, inequivocamente, estar o feto com seus órgãos vitais (encéfalo, coração, estômago, fígado e alças intestinais) em contato com o líquido amniótico, para fora da caixa torácica.

2. O aborto eugênico, embora não autorizado expressamente pelo Código Penal, pode ser judicialmente permitido nas hipóteses em que comprovada a inviabilidade da vida extra-uterina, independente de risco de morte da gestante, pois também a sua saúde psíquica é tutelada pelo ordenamento jurídico. A imposição de uma gestação comprovadamente inviável constitui tratamento desumano e cruel à gestante.

3. Parecer favorável do Ministério Público, nas duas instâncias.

RECURSO PROVIDO

Jurisprudência na Integra

Baixar Arquivo


Endereço

R. Joaquim Duarte Moleirinho, 2330 Jd. Monções - Maringá PR

W3NEXT - Sites e Sistemas Web
(44) 4444-4444